As Inteligências Artificiais são o Futuro da Moda?

Compartilhe

Compartilhe

As inteligências artificiais oferecem funcionalidades que são capazes de revolucionar o processo de desenvolvimento na indústria da moda. Confira um review do que há de novo nas inovações tecnológicas!

As IAs (abreviação de inteligências artificiais) estão, cada vez mais, alcançando o mainstream com as chamadas versões comerciais. Como por exemplo o Chat GPT, com um banco de dados impressionante que responde a quase todas as dúvidas que possamos ter no dia a dia. E as geradoras de imagem como o Dall-E que desenvolve imagens a partir de textos ou até mesmo o app Lensa que viralizou em 2022 e cria avatares através de suas fotos. 

As inovações digitais são realidade na rotina de praticamente todos nós. Não existe mais aquele grupo de pessoas denominadas heavy users de internet, todos nós de uma forma ou de outra estamos sendo impactados pela IA. 

“Nesse chamado metaverso serão necessários estilistas. Aliás, já existem estilistas virtuais, que só fazem roupas 3D para desfiles virtuais e há pessoas que nunca trabalharam com roupa física na vida. Com certeza existirão profissionais de IA entrando nesse processo” explica o designer Igor Guimarães Borges. Durante a pandemia a modelagem 3D avançou muito, com programas como o Clo3D, que facilitam grandemente o processo de criação de moldes e pilotagem, dispensando o uso de papel. “Não adianta lutarmos contra a tecnologia, então temos de nos atualizar a aprender a lidar com ela. Se você é um profissional que rejeita isso, provavelmente com o tempo será atropelado por esse recurso”, continua o designer. 

A partir desta reflexão, reunimos as principais collabs de marcas com as novas IAs, destacando uma certeza: o futuro da moda é além do físico.

 

  • New Facet

A marca alemã New Facet destaca produtos ultra modernos, em campanhas conceituais, que parecem ter saído de editoriais de revista. Mas, assim como afirma em seu slogan: “nenhuma das pessoas ou roupas que você vê aqui, existe”. Elas são geradas pelo aplicativo Stable Diffusion que cria novos modelos a partir de outros já existentes. Esse recurso possui um grande potencial para realização de experimentações e testes em marcas já consolidadas. Como foi o exemplo da Gore-tex Studios, que convidou a New Facet para participar da Semana de Moda de Paris Outono Inverno 23/24, criando uma nova coleção com base no catálogo de produtos dos anos 1980 e 1990.

 

  • Finesse

A empresa inglesa Finesse é pioneira na criação de uma inteligência artificial que rastreia as maiores buscas por tendências na internet e a partir destas análises, somado ao histórico de vendas da marca, cria lançamentos por demanda. Produzindo somente o que os consumidores querem comprar, com desperdício mínimo.  

 

  • Campanhas: Levi’s – Maison Valentino – Revolve

 

As grandes marcas de luxo já estão aderindo a essas novidades, com produções de campanhas 100% feitas com IAs. Necessitando somente de um sistema e um operador, reduzindo os gastos de uma equipe completa: modelo, stylist, fotógrafo, produtor, maquiador, editor e tantos outros profissionais.

A Levi’s anunciou que em parceria com o estúdio holandês La.la.land utilizará inteligência artificial para diversificar a experiência de compra online, no seu site e app. Criando modelos hiper realistas em todos os tipos de corpos, idades e tons de pele para vestir seus produtos.

A Maison Valentino lançou uma campanha totalmente criada por inteligência artificial para a sua linha Essentials. O projeto ganhou vida através da parceria do diretor de arte Tommaso Garner e da designer de IA Maria Dal Maso. As criações buscam contar a história da grife e impulsioná-la em direção ao futuro.

A Revolve apresentou a primeira campanha divulgada em outdoors gerada por IA no mundo. Criadas de forma colaborativa com o estúdio AI Maison Meta, em comemoração ao 20º aniversário da marca. “Por meio da inteligência artificial, seremos capazes de explorar novos designers, marcas e tendências emergentes”, disse Michael Mente, cofundador e co-CEO.

 

  • Capas da Vogue Brasil

No Brasil, essa inovação estampou as capas da revista Vogue de março. Foram seis capas criadas por seis designers diferentes que exploram a versatilidade dos sistemas, podendo gerar desde fotos sensíveis e conceituais até pinturas com estética surrealista.

O relatório realizado pela Acumen Research and Consulting prevê um crescimento de até U$100 bilhões até 2030 no mercado global de IAs. E a gigante Microsoft já investiu cerca de U$10 bilhões na empresa fundadora dos sistemas Chat GPT e Dall-E  (Open Ai). Ou seja, a cada ano, elas estarão mais presentes em nossos dias.

Outro ponto crucial é o da propriedade intelectual. Para quem vai o crédito das criações? 

“Para a inteligência artificial criar as imagens, ela utiliza como base a arte de criadores que não necessariamente consentiram em ter suas artes disponibilizadas para esses bancos de dados, o que faz com que seja possível criar artes com assinaturas visuais de um artista sem que ele tenha permitido e sem gerar nenhum tipo de reconhecimento ou remuneração para ele”, explica Lipe Oliveira, ilustrador de moda. Não existe legislação sobre as IAs e isto gera uma competição injusta com os profissionais artísticos.

O fato é que é impossível imaginar um futuro da moda sem as inteligências artificiais. Com o mais recente lançamento da Apple, o óculos Vision Pro conseguimos ter uma dimensão de como o digital estará interligado com a vida real. E como as IAs farão parte disso. 

Quer saber as melhores trends do momento e como valorizar os seus produtos nas redes sociais? Me acompanhe no Instagram @joyalano_ e inscreva-se no meu canal do YouTube!

Texto feito pela Equipe Provador Fashion

 

Nesse texto usamos algumas palavras e termos estrangeiros. Que tal incluí-las no seu vocabulário, caso sejam novas para você?

review = revisão

mainstream = comum, público geral

heavy users = usuários muito ativos

 

Referências:

Imagem destaque via New Facet
ELLE BRASIL  https://elle.com.br/materia/como-a-inteligncia-artificial-est-mudando-como-se-faz-moda
FFW https://ffw.uol.com.br/materias/inteligencia-artificial-como-essa-ferramenta-impacta-a-moda/
HYPEMOON https://hypemoon.com/2023/1/valentino-uses-artificial-intelligence-to-shoot-latest-collection
IG  https://delas.ig.com.br/moda/2023-05-12/inteligencia-artificial-futuro-moda.html.ampstories
METROPOLES https://www.metropoles.com/colunas/ilca-maria-estevao/o-futuro-da-moda-marcas-usam-a-inteligencia-artificial-nas-criacoes
OLHAR DIGITAL https://olhardigital.com.br/2023/04/01/pro/polemica-levis-usara-ia-para-gerar-modelos-de-roupas-e-ampliar-diversidade/
PR NEWSWIRE https://www.prnewswire.com/news-releases/revolve-pioneers-first-ever-ai-generated-billboard-campaign-301788766.html

Veja mais posts:

Tendências

Além das telas: um review no Oscar de Melhor Figurino

Compartilhe

Na noite de domingo (10) aconteceu a premiação mais importante da indústria cinematográfica: o Oscar. E para as fashionistas, todos os holofotes vão para o prêmio de figurino.

Tendências

Estéticas do momento que você precisa conhecer

Compartilhe

Confira as cinco estéticas que estão bombando no mundo da moda: Mob wife, Grandpacore, Coquette, Messy Girl e Businesscore. Descubra os elementos-chave de cada trend, de onde surgiram e como combiná-las com o seu estilo pessoal.

Conecte-se comigo:

@joyalano_

Rua Arão Marques Firmo, 50 - Vila Nova - Blumenau/SC

Política de Privacidade | Termos de Uso | Contato

©2021 por JOY ALANO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS